Milagre na Cela 7 (Apreciação crítica)

Este filme turco foi dirigido por Mehmet Ada Oztekin e estreou em outubro de 2019.

É de salientar o excelente desempenho do ator Aras Bulut Iynemli (protagonista) e da jovem atriz Nisa Sofiya Aksongur (filha do protagonista). O primeiro consegue interpretar o papel de uma pessoa com deficiência intelectual/mental e, a meu ver, na perfeição, transbordando doçura, inocência e muito amor. Em relação à atriz, é uma criança que representa com muita naturalidade, firmeza e segurança.

A escolha dos espaços para a gravação do filme foi, também, muito bem conseguida. Apresenta partes bonitas da natureza e a realidade da vida de reclusos numa prisão.

A história do filme é demasiado intensa, comovente e emocionante, desde o início ao fim. Prende a atenção e as emoções do espectador, causando, por vezes, até, angústia e, por conseguinte, tristeza.

“Milagre na Cela 7” retrata o grande e o mais puro amor, assim como o espírito de sacrifício, a ponto de alguém dar a vida por outra pessoa.

Não consigo destacar algo de negativo no filme. Considero um excelente filme para ser visto em família!

Daniel Campos (8.º C)